Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal

Curso de Formação Básica em Mediação de Conflitos – Lisboa

Estamos a organizar formação básica em Mediação de Conflitos em Lisboa, de 5 de Março a 10 de Maio do corrente ano. Este Curso encontra-se reconhecido pelo Ministério da Justiça (pode consultar a lista de cursos homologados pelo Ministério clicando aqui). Para obter mais informações sobre a nossa formação clique aqui

10 Comentários a “Curso de Formação Básica em Mediação de Conflitos – Lisboa”

  1. Ana Paula Graça diz:

    Parece uma formação muito interessante. Vou enviar email para obter mais informações! Parabéns pelo novo site! Está mais funcional e pensado em quem o visita. Obrigado!

  2. Rita Gomes diz:

    Boa tarde! Considero a mediação uma actividade bastante interesante, o que me faz pensar seriamente em realizar formação nesta área. A única dúvida é a seguinte: e depois de tirar a formação? como inicio a actividade? como é feito o recrutamento nesta área?
    Obrigada pela atenção.

  3. leonardo oliveira diz:

    Minha dúvida é a mesma da Sra. Rita Gomes: qual o mercado de trabalho que esta atividade oferece? como iniciar e como é feito o recrutamento?
    Obrigado.

  4. Susana Batalha diz:

    Bom dia, à semelhança dos comentários já efectuados, também eu estou interessada em fazer a formação básica em Gestão de Conflitos, mas gostaria de saber também como é feito depois o recrutamento e selecção? Para que julgados de paz? Condições de progressão e de remuneração, assim bem como outras informações que considere relevantes.
    Obriagado.

  5. Paula Magalhães diz:

    Gostaria de saber mais pormenores sobre a formação.
    Considero a mediação uma forma importante de resolver os conflitos com maior celeridade.
    Gostaria de saber onde estão localizados geogaficamente os julgados de paz e os centros de arbitragem mais próximos da minha área de residência, uma vez que resido em Cascais.

    Obrigada

  6. Jorge Pacheco diz:

    Olá! Gostaria muito de frequentar o curso de mediação de conflitos mas não possuo licenciatura. Tive conhecimento, não oficial, é certo, de que em outros países tal requisito não é obrigatório, o que me leva a pensar que em Portugal o mesmo irá suceder.
    Antecipadamente grato pela atenção

  7. Sandra diz:

    Boa tarde!

    Estou a pensar em fazer o curso formação em mediação de conflitos no porto, uma vez que acho a actividade e curso bastante interessantes. No entanto, tendo em conta que é um curso um pouco dispendioso para mim. Gostava de saber como está em termos de saídas profissionais depois da formação. Como é feito o recrutamento dos profissionais?

    Desde já, obrigada pela ajuda.

  8. carmem rocha diz:

    Prezados Senhores,
    saudações!

    Entusiasta da solução alternativa de conflitos, eempolgada com a riqueza de informações e eventos promovidos por esta respeitável instituição,gostaria de saber se existe curso de mediação e arbitragem à distância?
    No aguardo de uma manifestação, agradeço a atenção.
    Cordialmente.
    Carmem Muniz

  9. Maria do Sameiro diz:

    À algum tempo que me interesso pela mediação de conflitos (interesse pessoal)e finalmente encontro um curso que a priori me interessa muito. Isto porque abrange várias áreas da vida social da sociedade.

    E tendo-me informado sobre os cursos existentes, apercebi-me de que o seu número é vasto. Mas uma questão se coloca após leituras exaustivas sobre o assunto. O que fazer para trabalhar na área? como posso exercer tais funções? Sendo funcionária da administração pública poderei de alguma forma obter uma transferência de um ministério para outro? caso me especialize na área? ou terei que enveredar por outro caminho?

    Na verdade as informações sobre o curso são vastissimas, mas referentes ao exercicio da profissão em si, não encontro muitos esclarecimentos, fico sempre com a ideia de que é mais um curso que pretende angariar pessoas, e nada mais.
    Fico sempre com a ideia de que se trata de mais um ”negóciozinho”(apesar de no Brasil, Espanha, França, EUA,e.. a mediação de conflitos funcionar bem)daí dirigir-me aos senhores em busca de respostas mais directas as minhas questões.

    Trabalhar:
    Saídas profissionais?
    Onde?
    Como?
    Com quem?
    Como lá chegar?
    Depois do curso, existem estágios?
    Qual o ministério a que está ligada a mediação de conflitos? uma vez que a mediação pode ser variada? Só ao ministério da justiça?

    Enfim as minhas dúvidas são variadas, e legitimamente as coloco uma vez que estou interessada em fazer esta formação e pretender nela trablhar.
    Pelo meu discurso já perceberam de que sou trabalhadora, e mais vos informo, de que, sou documentalista, na profissão, há já alguns anos e pretendo mudar de área de trabalho, ou até mesmo quem sabe manter as duas.

    Aguardo por favor resposta breve

  10. Inês Bastos diz:

    Olá boa tarde, basicamente as minhas dúvidas são as mesmas que as anteriormente colocadas. Eu sou licenciada em Animação Sociocultural e durante a minha formação académica tive a oportunidade de frequentar uma cadeira de “Mediação e Gestão de Conflitos” da qual gostei imenso.

    Assim, especializar-me nesta área é algo que me interessa bastante. Gostaria assim de saber quais as saídas profissionais do curso e como se encontra o mercado de trabalho actualmente.

    Obrigada!

Escreva um comentário