Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal

Notícia do Jornal Público sobre a Criação do INFOJUS

O IMAP capacitou Mediadores, técnicos das Câmaras Municipais e Advogados para trabalharem neste projecto. O nosso firme compromisso para que este projecto resulte e possa ser estendido a outras zonas de Portugal. Para uma justiça mais próxima do cidadão. Publicamos a notícia do Jornal Público sobre este importante acontecimento:

Infojus está a funcionar na Câmara das Caldas da Rainha Cinco concelhos da zona Oeste têm a partir de hoje gabinete para esclarecer dúvidas sobre Justiça 14.07.2008 – 15h30 Lusa Os cidadãos dos concelhos do Bombarral, Óbidos, Peniche, Rio Maior e Caldas da Rainha podem a partir de hoje esclarecer as suas dúvidas sobre questões de Justiça num gabinete a funcionar, para já, na autarquia caldense.

No Infojus, que está a funcionar provisoriamente no átrio da Câmara das Caldas da Rainha por o Tribunal Judicial estar em obras, os cidadãos são atendidos por advogados estagiários que os encaminham para os serviços que melhor podem responder às suas dúvidas, nomeadamente julgados de paz, sistemas de mediação e centros de arbitragem ou outras entidades, desviando processos dos tribunais judiciais.

O gabinete das Caldas da Rainha atende através de vídeo chamadas as questões que sejam colocadas pelos cidadãos que se encontrem nos concelhos do Bombarral, Óbidos, Peniche e Rio Maior.

“Trata-se de um serviço inovador que com a colaboração das Câmaras, Ordem dos Advogados e da Associação Forense do Oeste vai colocar à disposição do público informação e encaminhamento para a solução das suas questões”, disse o ministro da Justiça, Alberto Costa.

O Infojus resulta de um protocolo assinado entre o Ministério da Justiça e os cinco municípios do círculo judicial das Caldas da Rainha, a Associação Forense do Oeste, a Concórdia – Centro de Conciliação e Mediação de Conflitos e o IMAP – Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal.

Consulte artigo original aqui

Escreva um comentário