910583753 info@imap.pt

Curso de Mediação Familiar – Lisboa 2018

Objectivos

Na formação em Mediação Familiar, as competências adquiridas pelos formandos vão permitir a aprendizagem e o desenvolvimento das técnicas necessárias que permitam detectar, prevenir e resolver situações de tensão e/ou de conflito no seio das relações interpessoais, em contexto familiar, procedendo com imparcialidade, independência e diligência.

Destinatários

Os candidatos deverão ser maiores de 25 anos e detentores de licenciatura. Caso algum candidato não reúna os requisitos, poderá a candidatura ser analisada e a decisão será tomada conjuntamente com o candidato.

Plano Curricular

1 – Introdução à Mediação de Conflitos

  1. Aspectos Sociológicos. Aspectos Psicológicos
  2. O Conflito – Definição, características e estrutura do conflito
  3. Meios de Resolução de Conflitos – A arbitragem, a negociação, a conciliação, a mediação e os sistemas Multiportas
  4. Comunicação
  5. Negociação
  6. Introdução à Mediação
  7. Mediador: ser e saber

2 – Mediação Familiar

Módulo I

Objectivo: A importância do formando questionar a sua ideologia de família. Quais os tipos de famílias? Aspectos Sociológicos e Psicológicos que influenciam cada família. A Mediação Familiar e os seus campos de acção.

 

  1. Introdução à Família

 

  1. Dinâmica da família
    1. Relações entre os cônjuges
    2. Relações pais-filhos
    3. Família nuclear e família alargada
    4. A Família integrada, democrática e participativa

 

  1. A Mediação Familiar e as suas principais características
    1. O Conflito – Estrutura do Conflito
    2. Manifestações do Conflito
    3. O Casal – Relações de amor-ódio
    4. O enamoramento, as expectativas e as intencionalidades.
    5. A crise matrimonial – As identidades
    6. A Função dos filhos na família.
    7. A administração dos conflitos – Separação/Partilha de bens

Módulo II — Processo de mediação adaptado ao contexto familiar

Objectivo: Identificar e exercitar as diferentes etapas do processo de mediação através de simulações e casos práticos de modo a que os participantes saibam orientar e conduzir o desenrolar das sessões de mediação. Exercitar a mediação familiar em contexto simulado.

 

  1. Etapas do processo de mediação

 

A — Investigação

1.1. Abertura e acolhimento

1.2. Escuta activa

1.3. Investigação dos interesses: A utilização de perguntas abertas e perguntas circulares.

1.4. Resumos, Reformulação Positiva, Legitimação, Reconhecimento, Pergunta do milagre, Metáforas

1.5. A importância das Emoções na Mediação

 

B — Administração

1.6 A Agenda

– A procura da Informação

– A organização da informação;

– As necessidades de cada membro da família;

1.7. Criação de opções

1.8. Avaliação e escolha das soluções

1.9. Formalização do acordo

  1. Pré-Mediação
  • A Importância do trabalho em co-Mediação
  • Sessões individuais: com ou sem sigilo?
  • A pausa técnica;
  • A Intervisão.

Módulo III — Processo de mediação

Objectivo: Trabalhar a violência familiar. Será possível a mediação em contextos de Violência? Como trabalhar com as crianças na mediação. O papel dos Adolescentes na família. A mediação familiar por causa de partilhas. Trabalhar a legislação nacional e internacional. Conhecer o modo de funcionamento prático do Sistema de Mediação Familiar.

 

  1. A violência na família.
  1. As necessidades evolutivas das crianças e dos adolescentes
  2. Os adolescentes violentos e/ou infractores
  3. A Protecção tutelar educativa e tutelar cível.
  4. A violência entre o casal;
  1. A participação simbólica ou real dos Filhos na Mediação;
  2. A Responsabilidade Parental.
  3. A Construção do presente:
  1. Análise dos conflitos Objectivos;
  2. Análise dos Conflitos Subjectivos;
  3. O Reconhecimento das Motivações e das Necessidades
  1. O Poder de Género.
  2. Principais técnicas para o equilíbrio de poder na Mediação
  3. A Mediação em partilhas;
  4. A legislação portuguesa sobre família;
  5. Os instrumentos legais Nacionais e internacionais sobre Mediação Familiar.
  6. O Sistema de Mediação Familiar SMF
  7. Prática e construção de um procedimento possível de mediação familiar em Portugal.

Datas e Horário do Curso

18 Junho – 18.30 – 22.30

19 Junho – 18.30 – 22.30

20 Junho – 18.30 – 22.30

 

25 Junho – 18.30 – 22.30

26 Junho – 18.30 – 22.30

27 Junho – 18.30 – 22.30

 

02 Julho – 18.30 – 22.30

03 Julho – 18.30 – 22.30

04 Julho – 18.30 – 22.30

 

09 Julho – 18.30 – 22.30

10 Julho – 18.30 – 22.30

11 Julho – 18.30 – 22.30

————————————-

17 Setembro – 18.30 – 22.30

18 Setembro – 18.30 – 22.30

19 Setembro – 18.30 – 22.30

 

24 Setembro – 18.30 – 22.30

25 Setembro – 18.30 – 22.30

26 Setembro – 18.30 – 22.30

 

01 Outubro – 18.30 – 22.30

02 Outubro – 18.30 – 22.30

03 Outubro – 18.30 – 22.30

 

08 Outubro – 18.30 – 22.30

09 Outubro – 18.30 – 22.30

10 Outubro – 18.30 – 22.30

 

15 Outubro – 18.30 – 22.30

16 Outubro – 18.30 – 22.30

17 Outubro – 18.30 – 22.30

 

22 Outubro – 18.30 – 22.30

23 Outubro – 18.30 – 22.30

24 Outubro – 18.30 – 22.30

 

29 Outubro – 18.30 – 22.30

30 Outubro – 18.30 – 22.30

31 Outubro – 18.30 – 22.30

 

05 Novembro – 18.30 – 22.30

06 Novembro  – 18.30 – 22.30

07 Novembro  – 18.30 – 22.30

 

12 Novembro – 18.30 – 22.30

13 Novembro – 18.30 – 22.30

14 Novembro – 18.30 – 22.30

Local

Oficinas de S. José – Salesianos de Lisboa, em Campo de Ourique

Valor de Inscrição referente às 156 horas de formação

Total de €1400,00 (Mil e quatrocentos euros), que inclui candidatura, matrícula, frequência das 156 horas lectivas, manuais e certificado.

 

O pagamento do curso pode ser efectuado em quatro (4) prestações:

A 1.ª Prestação, de €400,00 deve ser liquidada até 18 Junho 2018.

A 2.ª Prestação, de €400,00 deve ser liquidada até 18 Julho 2018.

A 3.ª Prestação, de €300,00 deve ser liquidada até 30 Setembro 2018.

A 4.ª Prestação, de €300,00 deve ser liquidada até 31 Outubro 2018.

 Descontos aplicáveis:

Nas 10 primeiras inscrições (desconto de 10%)

Pronto Pagamento – €1260,00 (desconto de 10%)

Candidatos com formação anterior em Mediação de Conflitos – €1260,00 (desconto de 10%)

Formandos do IMAP – €1120,00  (desconto de 20%)

 

Elementos do Processo de Candidatura

  • Ficha de candidatura;
  • Carta de apresentação pessoal com as motivações para a frequência da formação (não superior a duas páginas);
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia simples do certificado de habilitações académicas;
  • Fotocópia simples do certificado do curso de formação em Mediação reconhecido pelo Ministério da Justiça (no caso de já ter formação em Mediação de Conflitos).

Apresentação de Candidaturas

Até 01 Junho de 2018

Por Correio Electrónico: info@imap.pt

Faça Download da Ficha de Inscrição

Selecção de Candidatos

Os candidatos serão seleccionados pelo Departamento de Formação do Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal (IMAP), mediante a apreciação dos elementos curriculares, podendo estar sujeitos a uma entrevista de carácter informativo sobre as linhas gerais do programa de formação.

Certificados

Os formandos receberão um certificado do curso, desde que frequentem 90% do total das horas lectivas e sejam aprovados na avaliação final.

Formadores

  • Juan Carlos Vezzulla

Coordenador Científico do Curso – Mediador de Conflitos – Presidente do Conselho Científico do IMAP – Ex Secretário-Geral do Fórum Mundial de Mediação – Coordenador do Conselho Assessor do Fórum Mundial de Mediação e do Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem (CONIMA) – Presidente do Conselho Científico do Instituto de Mediação e Arbitragem do Brasil (IMAB) – Ex Coordenador Científico da Associação de Mediadores de Conflitos – Formador em Meios de Resolução de Conflitos – Formador designado pelo Ministério da Justiça de Portugal para ministrar cursos aos Mediadores Familiares e aos Mediadores dos Julgados de Paz no momento da sua criação – Formador de mediadores na Argentina, Brasil, Alemanha, Chile, Panamá, Paraguai, Portugal, México e Angola.

  • Célia Nóbrega Reis

Mediadora de Conflitos – Vice-Presidente da Direcção do Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal – Docente Universitária – Advogada – Antiga Directora da Associação de Mediadores de Conflitos (2002-2005) – Formadora em Mediação de Conflitos – Vogal do Conselho de Ética e Deontologia da Associação de Mediadores de Conflitos – Coordenadora e Orientadora de estágios em Mediação – Conferencista em diversos congressos e seminários sobre Mediação – Mediadora dos Serviços de Mediação Laboral do Ministério da Justiça – Mediadora dos Serviços de Mediação Familiar do Ministério da Justiça – Mediadora em Diversos Julgados de Paz – Coordenadora do Projecto de Mediação com Reclusos em parceria com a Associação “O Companheiro”.

  • Pedro Morais Martins

Mediador de Conflitos – Professor Universitário – Jurista – Consultor externo na área dos recursos humanos – Presidente do Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal – Ex Presidente da Associação de Mediadores de Conflitos (2002-2005) – Formador em Mediação de Conflitos – Orientador de estágios em Mediação – Mediador dos Serviços de Mediação Laboral do Ministério da Justiça – Mediador dos Serviços de Mediação Familiar do Ministério da Justiça – Mediador em Diversos Julgados de Paz – Mediador do Centro de Mediação e Arbitragem do Sector Automóvel – Conferencista em diversos congressos e seminários sobre Mediação – Membro Associado do Forum Mundial de Mediação e do European Forum for Restorative Justice – Ex Coordenador dos Serviços de Mediação do Julgado de Paz de Lisboa – Editor da página de internet do IMAP – Coordenador dos Projectos de Mediação Escolar no Agrupamento de Escolas de Fernando Pessoa e no Agrupamento de escolas de Marvila.

 

  • Outros mediadores podem ser convidados pela instituição promotora da formação.

 

Organização/Informações

IMAP – Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal

Tel. 91 058 37 53 (Paula Matos)

Correio Electrónico: info@imap.pt

Faça Download da Ficha de Inscrição